Avaliando suas opções de layout de linha de embalagens

  • Ideias
  • Novembro 6, 2020
Flexível ou Direto? Parte 2 de uma série em 3 partes

Essa é uma pergunta muito importante, que os especialistas da indústria em todos os segmentos de alimentos em todo o mundo lutam para responder. Qual design de sistema de paletização é o mais adequado para o final de linha da sua fábrica?

É crucial que você tome a decisão certa. É por isso que desenvolvemos uma série de apresentações para ajudá-lo a entender melhor as opções e o que deve ser considerado na escolha e avaliação de um layout.

Fizemos algumas perguntas a Brian Antkowiak, Gerente de Desenvolvimento de Layout da Intralox, sobre a "Parte 2: Avaliando suas opções de layout de linha de embalagem" (veja abaixo para fazer o download). 

Dos quatro critérios de decisão que ele estabelece nesta apresentação, decidimos focar este debate nas operações. Aqui estão alguns dos insights de Brian sobre como alcançar a excelência operacional em sua instalação.

Fazendo a escolha certa

Para obter um guia mais detalhado para tomar as decisões corretas de layout de linha, leia nosso relatório: Flexível ou Direto? Parte 2: Como avaliar o design do seu sistema de manuseio de embalagens

Baixe a apresentação

Sob uma ótica puramente operacional, qual seria a melhor opção na sua opinião: um sistema de paletização de fim de linha ou um sistema de paletização integrado?

Brian Antkowiak: Isso vai depender de vários fatores relacionados à sua fábrica. Você trabalha com quantas horas de operação diária? Quantas linhas de produção você opera? As máquinas estão próximas umas das outras? Com que frequência você troca as SKUs ou materiais de entrada? Qual o número de paradas programadas? O produto acabado é armazenado ou enviado diretamente? Às vezes, uma solução de fim da linha é uma boa opção. Mas em muitos casos, um sistema integrado será melhor. O objetivo da apresentação é mostrar que há uma infinidade de itens que devem ser considerados, uma grande variedade de características distintas sobre suas instalações, produtos e metas a serem exploradas antes de decidir qual é a melhor solução do ponto de vista operacional.

Quais são as considerações operacionais de curto e longo prazo que devem ser consideradas ao conduzir uma avaliação formal dos projetos de layout propostos?

Brian Antkowiak: A curto prazo, você deve garantir que seus funcionários estejam confiantes de que podem operar e manter o sistema projetado com o treinamento adequado. Eles devem entender como seu equipamento é controlado funcionalmente e os procedimentos padrões para retomar a produção em caso de falha. Sua equipe deve saber o que fazer quando uma paletizadora ou um equipamento para de funcionar. Por exemplo, eles devem começar a empilhar? Como isso é feito com segurança? O plano é desviar recursos ou reduzir a produção?

O principal aspecto a longo prazo a ser considerado na avaliação de um layout é: como é sua previsão de produção? Qual o futuro da empresa? Que tipo de formatos de produto você trabalhará em cinco anos, se comparado ao momento atual? Quais tipo de taxas estão associadas a esses formatos? Se você não tiver uma ideia de quais serão essas necessidades de capacidade, escolha um projeto de layout que seja facilmente expansível sem causar muito retrabalho ou demolição, o que gera custos de baixa. É aqui que um sistema flexível, projetado de forma adequada, pode ser mais econômico a longo prazo do que um sistema direto ou de fim de linha.

Qual é o primeiro item que as processadoras de alimentos geralmente deixam de considerar ao avaliar as considerações operacionais dos designs de layout?

Brian Antkowiak: Quando estamos trabalhando principalmente com as equipes de projeto de layout e engenharia, o aspecto do planejamento de produção é muitas vezes ignorado. Quais SKUs serão colocadas em cada linha de produção? Quando elas serão operadas? Com que frequência e em quais volumes? Como será esse mix de produtos? Isso é especialmente importante para decidir se a melhor opção seria um sistema integrado, em que diversos tipos de linhas podem estar em execução ao mesmo tempo, mas a capacidade de funcionar de forma independente não é uma necessidade. Por exemplo:

Digamos que você tenha 25 linhas. Se você se decidir por um projeto para o pior cenário — o mais rápido e com o maior rendimento possível em cada linha — você poderá acabar com um projeto com 25 paletizadoras de alta velocidade apenas sob o ponto de vista de capacidade. Mas observe o que realmente está sendo planejado, e como os programadores de produção estão escolhendo quais produtos irão em cada linha. Você pode descobrir que, na verdade, precisa apenas de metade dessa capacidade. Se tudo fosse executado de forma independente, de acordo com o cronograma do planejador de produção, você produzira 25 SKUs exclusivas ao mesmo tempo em menos de 1% do tempo. Se você planejar seu projeto de acordo com esse pior cenário, acabará com um projeto tão caro que nunca será aprovado e concretizado. Tente envolver as pessoas certas no processo para que você tenha as informações certas para trabalhar ao avaliar as opções de projeto.

Os especialistas da Intralox em esteiras e equipamentos da Embalagem à Paletização podem ser seus parceiros em projetos de final de linha para garantir o máximo de retorno do investimento. Acesse nossa página de esteiras e equipamentos da Embalagem à Paletização para saber mais.


Brian Antkowiak

Brian Antkowiak é o nosso gerente de desenvolvimento de layout e autor do nosso artigo "Flexível ou direto?". Ele é responsável por orientar nossos clientes na escolha ideal para os layouts de linha, considerando as tecnologias disponíveis na Intralox e no mercado, além de levar em conta as necessidades exclusivas dos nossos clientes.


Notícias e idéias