Cinco principais causas de risco de contaminação por materiais estranhos

Como abordá-las de forma pró-ativa em sua fábrica

David Maldonado
  • Ideias
  • Maio 18, 2020

Com mais de 500 transportadores avaliados, os especialistas da Intralox coletaram, avaliaram e analisaram os dados para determinar as principais causas do risco de contaminação por material estranho.

Somente nos EUA, cerca de 80% do suprimento de alimentos se move em transportadores, e o custo direto médio de um recall é de 10 milhões de dólares.

Não importa onde você esteja no mundo, os transportadores e suas esteiras devem ser projetados, mantidos e limpos adequadamente para garantir a segurança dos alimentos. Entre os muitos desafios que os processadores de alimento enfrentam todos os dias para alcançar isso, incluindo demandas por maior produtividade, grande variedade de produtos e regulação rígida, um deles deve ser destacado:

Os produtores enfrentam um enorme risco devido a retenções e recalls de produtos causados pela contaminação por materiais estranhos.

A boa notícia é que esse risco pode ser evitado. 

Nossa equipe passou milhares de horas em fábricas de processamento de alimentos. Vimos em primeira mão os problemas e as práticas de rotina que colocam os clientes em risco todos os dias. Entender as causas básicas de materiais estranhos relacionados ao transportador pode ajudá-lo a lidar com possíveis áreas problemáticas para minimizar o risco.

Veja a seguir as cinco causas comuns de contaminação por materiais estranhos que você pode evitar:

Manipulação da esteira

Esta é uma grande questão tanto para plantas novas quanto para plantas em fase de planejamento, e também na hora de modificar equipamentos antigos existentes. Quando pessoal da fábrica manuseia incorretamente as esteiras transportadoras durante a remoção ou reinstalação para limpeza, podem ocorrer danos à esteira e provocar contaminação por materiais estranhos. Como você pode identificar o manuseio inadequado da esteira na sua instalação? Veja abaixo alguns itens importantes que devem ser considerados: 

  • Sua equipe e a equipe de higienização estão usando as ferramentas e as etapas corretas para remover as esteiras? Por exemplo, forçar varetas ou pinos para fora com um martelo pode danificar os módulos da borda da esteira.
  • As esteiras estão sendo transportadas e armazenadas corretamente durante a higienização? Arrastar uma esteira sobre o piso ou passá-la sobre outro transportador pode danificar tanto a esteira quanto o outro transportador.
  • Sua equipe protege as esteiras e transportadores ao construir ou modificar um sistema próximo? Isso é especialmente importante durante o processo de solda.
  • Como você armazena novas esteiras e transportadores? É crucial que sejam colocados numa "zona limpa" para protegê-los durante a construção.

Se você notar alguma dessas atividades na sua fábrica, ensine à sua equipe a maneira adequada de remover, transportar, armazenar e reinstalar com segurança as esteiras transportadoras. 

Cinco principais causas de risco de contaminação por materiais estranhos pôster

Faça o download, imprima e exiba "As cinco principais causas de risco de contaminação por material estranho" para que todos na sua fábrica os entendam.

Baixar o pôster

Design do transportador

O design do transportador pode afetar o potencial de risco de contaminação por materiais estranhos. Para otimizar seu transportador e evitar desgaste desnecessário na esteira, considere o seguinte durante a fase de design do projeto:

  • Curvatura catenária adequada ou "folga da esteira" no retorno
  • Tamanho correto do suporte do retorno
  • Seleção de material da guia de desgaste para soleira (recomendamos UHMW-PE, em vez de HDPE, para evitar poeira)
  • Acabamento da superfície da guia de desgaste: quanto mais suave, melhor

E não se esqueça da higienização e do design do transportador. Quais são suas necessidades específicas? Por exemplo, levantadores e sistemas de limpeza no local podem ser usados em transportadores de difícil alcance, como aclives altos. Se os procedimentos operacionais padrão de higienização exigirem a remoção da esteira para limpeza profunda das articulações, considere uma solução como a tecnologia ThermoDrive®, que permite uma limpeza eficiente e eficaz com menos produtos químicos e sem a necessidade de remover e molhar as esteiras. 

As práticas de higienização devem atender às suas metas de baixas contagens microbiológicas sem aumentar o risco de quebra futura da esteira.

David Maldonado, Gerente de Engenharia de Aplicações da Intralox

Pontos de retenção

Você provavelmente já sabe que os pontos de retenção podem levar a contaminação por materiais estranhos. Mas você sabia que as guias de desgaste, quando mal utilizadas ou desalinhadas, frequentemente causam pontos de retenção? As guias de desgaste, que geralmente são removidas durante a higienização, podem ser reinstaladas incorretamente. Se uma guia de desgaste for colocada no chassi para trás com suas bordas arredondadas voltadas para a direção errada, um ponto de retenção não intencional será criado.

Dica da equipe da Intralox: Recomendamos arredondar as bordas superior e inferior das guias de desgaste para eliminar esse problema.

Engrenagens

Há vários problemas a serem considerados com as engrenagens. Algumas das opções observadas em campo incluem:

  • Posicionamento inadequado
  • Travamento ou retenção incorretos
  • Falha ao permitir expansão térmica

Qualquer um desses pontos pode afetar a eficiência operacional e provocar danos à esteira. Uma maneira de melhorar o desempenho do transportador é trabalhar em conjunto com um especialista, para determinar o número necessário e o posicionamento das engrenagens de acordo com a aplicação e a carga do transportador.

A manutenção da posição da engrenagem é importante e pode ser realizada facilmente com os componentes corretos, como espaçadores de engrenagem.

Animação mostrando o que acontece sem espaçadores de engrenagem

A expansão térmica pode fazer com que a esteira se solte das engrenagens se todas as engrenagens estiverem travadas. 

Animação mostrando o que acontece com espaçadores de engrenagem

A combinação de espaçadores de engrenagem e colares de travamento ajuda a manter o posicionamento correto da engrenagem durante a higienização e possibilita a movimentação devido à expansão térmica.

Compatibilidade química

Este problema pode ser mais difícil de identificar, mas se não for detectado, pode agravar muitos dos pontos de risco anteriormente abrangidos. Se os produtos químicos usados para a limpeza não forem compatíveis com o material da esteira do transportador, eles podem enfraquecer a esteira com o tempo, tornando-a suscetível a quebras. Como identificar esse problema? Sugerimos que você trabalhe com seus fornecedores de produtos químicos e esteiras para realizar proativamente uma análise de compatibilidade química. Seu fornecedor também pode aconselhá-lo sobre a quantidade correta de produtos químicos que devem ser usados durante a limpeza, uma vez que quantidade não é sinônimo de qualidade.

As práticas de higienização devem atender às suas metas de baixas contagens microbiológicas sem aumentar o risco de quebra futura da esteira.

Parece impossível fazer tudo isso sozinho. Mas com uma mentalidade pró-ativa, estratégias eficazes e fortes parcerias com seus OEMs e fornecedores, é possível garantir a segurança alimentar na sua fábrica. Trabalhar para evitar essas principais causas de contaminação por materiais estranhos pode ajudar a proteger seus produtos, seus clientes e a reputação da sua empresa.

Para saber mais sobre como a Intralox pode ajudar a proteger a sua marca, acesse a nossa página FoodSafe™.

David Maldonado

David Maldonado é Gerente de Engenharia de Aplicações da Intralox. Ele lidera uma equipe que realiza avaliações e workshops de transportadores FoodSafe™ para clientes da Intralox.