Cálculo do custo total de propriedade real.

5 chaves para tomar as melhores decisões de equipamento para sua fábrica

Foto de iceberg mostrando mais abaixo da superfície do que acima

O Custo Total de Propriedade de um projeto de capital é muito maior do que o que você pode ver na etiqueta de preço de um equipamento.

Imagine que agora é um ótimo momento para comprar um carro novo (não é, mas vamos sonhar por um momento). Logo no início do processo de tomada de decisão, você avalia se deve comprar um veículo elétrico (EV) ou a gasolina.

Inicialmente, o preço de compra de um veículo a gasolina pode torná-lo a escolha aparentemente mais acessível. Mas quando você compara as despesas operacionais (custos de combustível e trocas de óleo, por exemplo), um EV, que é mais caro de comprar, é muito mais barato de usar e manter no longo prazo.

Da mesma forma, ao escolher equipamentos para a sua unidade de processamento de alimentos, é melhor calcular o Custo Total de Propriedade (CTP) e não decidir apenas sobre o custo inicial. Mas quais fatores você deve considerar além do investimento inicial?

Nossos especialistas compartilham as chaves para otimizar o CTP do equipamento proposto para garantir que ele afete positivamente a eficiência operacional, a segurança alimentar e os resultados finais da sua fábrica.

Investimento inicial

Calcular o CTP de um equipamento envolve uma equação simples:

Equação do Custo Total de Propriedade: CTP = "Custo Inicial de Investimento" mais o produto de "Custos Operacionais Contínuos" multiplicado por "Vida Útil Esperada do Ativo" em anos

O pulo do gato? Há diversas variáveis em jogo. Mesmo o custo inicial de investimento envolve muito mais do que a etiqueta de preço do equipamento em si.

"Você precisa perguntar a si mesmo: "Quantos trabalhadores serão necessários para modernizar ou instalar o equipamento? Quanto tempo o processo levará? Qual é o custo por hora de parada não programada?" Tudo isso faz parte do seu investimento inicial", diz Helen Xi, Analista de Desenvolvimento de Negócios da Intralox para a indústria de Panificação e Snacks.

Mas, como a equação de CTP e a nossa analogia com um indicam, você também deve considerar todos os possíveis custos operacionais—e economias—do equipamento. Qual é o custo de propriedade estimado de longo prazo?

Captura de tela da planilha Custo Total de Propriedade

Folha de cálculo e comparação do Custo Total de Propriedade (CTP)

Aqui está uma ferramenta útil para ajudar você a avaliar os custos totais dos projetos de capital. Use-a para orientar perguntas para OEMs e para ajudar a justificar a modernização proposta ou a compra de novos equipamentos para a liderança da fábrica.

Baixe o PDF

Treinamento

Ao calcular o Custo Total de Propriedade (TCO), pense na necessidade potencial de treinamento. Haverá custos associados ao aumento do ritmo da sua equipe no equipamento proposto? Geralmente, isso é uma despesa subestimada ou negligenciada.

"Obviamente, quanto mais complexo for o equipamento para operar ou limpar, mais treinamento será necessário", explica Brad Klemme, Especialista Sênior em Segurança Alimentar da Commercial Food Sanitation.

Os melhores investimentos de capital não só funcionam de forma confiável, mas também são projetados de forma higiênica, simples de usar e fáceis de limpar, e, portanto, exigem pouco treinamento. Isso é importante devido a outra preocupação: mão de obra.

Mão de obra

Todos sabemos que a mão de obra é mais cara e mais difícil de encontrar do que há apenas alguns anos. Para combater esse desafio, muitos fabricantes de alimentos se voltaram para a automação.

Projetos de capital que automatizam sua linha também devem ser avaliados quanto à facilidade de limpeza. Seu equipamento de automação proposto foi projetado para ser limpo por via úmida? Tecnologias como a Active Integrated Motion™ (AIM™) podem reduzir não só a mão de obra de produção, mas também a mão de obra de higienização.

"A automação nem sempre leva simplicidade ou facilidade de limpeza para a sua operação", diz Brad Klemme. Considere a complexidade do equipamento proposto. Será necessário um pessoal com mais conhecimento técnico e formação?

Um equipamento que foi projetado de forma mais higiênica, e que pode ser limpo com mais eficiência e em menos tempo, poderia potencialmente diminuir a quantidade total de mão de obra de higienização necessária durante cada ciclo de limpeza. "Com a alta rotatividade que vemos na contratação de funcionários em fábricas de alimentos", afirma, "é melhor escolher equipamentos que sejam fáceis de operar, limpar e manter para os trabalhadores."

O custo total de propriedade é mais que um número em uma planilha. É uma conversa com nossos clientes para entender seus projetos, para que possamos oferecer a solução certa.

Helen Xi
Helen Xi
Analista de Desenvolvimento de Negócios da Intralox para as indústrias de Panificação e Snacks

Manutenção

Quanto tempo e esforço será necessário para manter seu investimento de capital funcionando sem problemas? Do ponto de vista dos custos, a mão-de-obra de manutenção é um dos setores mais caros dentro de uma fábrica.

Pense também em seu equipamento existente. Por exemplo, uma fábrica com um transportador em espiral com subpar pode ter crescido acostumada—ou mesmo complacente—com o volume de manutenção exigido. Mas gastar seis dígitos por ano em manutenção para mantê-lo funcionando não precisa fazer parte de um sistema espiral.

"Em quais custos você está incorrendo regularmente? Algum deles está vinculado a questões que aumentam o risco à segurança alimentar da sua empresa?" Pergunta Elizabeth Cobb, Analista de Desenvolvimento de Negócios da Intralox para a Indústria de Carnes, Aves e Frutos do Mar. "Não se conforme com os problemas frequentes do equipamento. Talvez você se esqueça de que há realmente um problema. Você não iria dirigir seu carro usando o estepe para sempre, certo?"

Dica da equipe: Considerando um grande investimento de capital? Peça ao OEM um caso de instalação de referência. Visite uma fábrica onde você pode ver o equipamento proposto funcionando e fazer perguntas sobre o seu funcionamento.

Flexibilidade

A COVID-19 ensinou muito a indústria alimentar. Uma das maiores lições foi a importância da flexibilidade da linha de produção e de produtos. Quando os restaurantes fecham devido aos lockdowns, os consumidores cozinharam mais em casa. Os processadores tiveram que trocar as embalagens de 400 hambúrgueres para fast-foods por uma embalagem de 15 hambúrgueres para venda no varejo.

"Mostramos a um de nossos clientes um cenário hipotético", diz Cobb. "Ele substituiria uma linha existente equipada para atender os fast-foods por uma solução de dupla finalidade capaz de fazer a transição para a embalagem de varejo." A reconfiguração de layouts de linha com equipamentos prontos para o futuro pode reduzir a manutenção, aumentar o espaço físico e reduzir o tempo de parada.

Ao longo da vida útil de vários anos desse tipo de solução, seu retorno sobre o investimento será muito maior. Procure esse tipo de flexibilidade em projetos novos ou de conversão para ajudar a acalmar qualquer choque inicial.

Crie seu caso para os projetos de capital que você sabe que podem melhorar a produtividade, a segurança alimentar e as metas financeiras da sua fábrica.

A Folha de cálculo e comparação de CTP (PDF) é um ótimo lugar para começar. Considere todos os custos possíveis associados à atualização do equipamento da sua instalação e você estará mais bem preparado para justificar as despesas de gerenciamento ou propriedade da fábrica. Tenha a experiência de seu OEM e fornecedor de esteiras no início do processo. Eles têm o conhecimento para ajudar você a fazer a escolha certa e preparar sua fábrica para o sucesso.

Dúvidas sobre o cálculo do CTP de novos equipamentos? Fale com nossos especialistas técnicos em indústria de alimentos para obter as respostas.


Notícias e idéias